Forte queda nos preços de café da Índia preocupa setor

A queda nos preços, a demanda fraca e a rúpia, moeda local, forte parecem ter afetado as exportações de café da Índia.

O país exporta cerca de 70% da sua produção de café. A queda começou após um aumento no início de 2017. Até 25 de abril deste ano, as exportações caíram 2% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 125.073 toneladas, segundo dados do Coffee Board.

“Muitos exportadores venderam seus estoques quando os preços estavam altos. Aqueles que perderam essa oportunidade terão que se contentar com preços mais baixos”, disse um executivo da empresa exportadora NKG Jayanti.

O fortalecimento da rúpia e a lenta demanda agravaram as dificuldades dos exportadores. “A maioria dos compradores tem estoques suficientes e está bem coberta, assim, não estão comprando muito”, disse o executivo.

Com relação ao valor máximo em cinco anos, os preços globais futuros do robusta em Londres caíram de US$ 2.260, em janeiro, para US$ 1.916 por tonelada. Os exportadores atribuíram a queda dos preços à especulação e chegada da safra do Vietnã, o segundo maior produtor de café depois do Brasil.

Os preços caíram na Índia acompanhando a tendência global. “Os preços do café robusta caíram de Rs3.500-3.600 (US$ 54,50-US$ 56,06) por 50 kg para Rs3.200 (US$ 49,83), o que é inferior ao custo de produção”, disse MM Chengappa, presidente da Associação de Produtores de Karnataka.

As informações são do The Economic Times / Tradução Juliana Santin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *